O que o câncer me ensinou

“ Meu câncer é sistêmico e incurável,

mas estou vivendo com ele. Na verdade, estou me fortalecendo com ele. Se eu considerar as estatísticas, as previsões e as probabilidades, sou um caso perdido. Mas prefiro não fazer isso.

Opto por entender a doença sem me entregar a ela, me resignar sem sucumbir, gritar meu nome do alto das estatísticas antes que minha identidade seja soterrada no frio anonimato dos números.

Dedico os dias, as horas e os minutos a prolongar a vida, com a inabalável intenção de criar minha filha até ela se tornar adulta, de envelhecer com meu amado marido e de fazer a diferença que gosto de pensar que vim ao mundo fazer.

Não tenho qualificação para ajudar você a superar o seu problema. Mas sou qualificada para ajudá-lo a superar o seu condicionamento, o que acredito também ser essencial para o processo de cura.

Posso mostrar-lhe como ficar bem, mesmo quando estiver se sentindo mal, e como resolver as questões emocionais que podem ter contribuído para a sua doença.

Espero que esta leitura o inspire a sentir a vibração da vulnerabilidade, a energia do propósito e a maravilha de forjar o seu próprio caminho pela floresta densa e escura que às vezes parece não oferecer trégua ou escape. Torço, principalmente, para que você perceba que o câncer tem algo a ensinar; basta saber como ouvir o que ele está tentando dizer.”

“Em O que o câncer me ensinou, Sophie Sabbage conta como ela tenta aprender com a doença em vez de temê-la.”

– The Guardian

ASSISTA AO VÍDEO

SOBRE A AUTORA

SOPHIE SABBAGE

Peter Wohlleben

Escritora, palestrante e conselheira, Sophie SABBAGE trabalha na área de desenvolvimento humano, inteligência emocional e mudança comportamental desde 1994. Quando foi diagnosticada com câncer terminal de pulmão, reuniu sabedoria, coragem e tenacidade para recriar sua vida.

Leitora insaciável, Sophie graduou-se em literatura inglesa e psicologia antes de estudar diferentes abordagens de mudança individual e organizacional. Para ela, a capacidade de liderança de uma pessoa não é medida pela quantidade de seguidores que ela tem, mas por quantos novos líderes ela cria.

Além de dirigir suas duas empresas – Interaction e Sophie Sabbage Ltd –, desde 2001 ela é instrutora sênior do programa educacional More To Life.